O SABOR DO VINHO APRENDENDO A DEGUSTAR

Esse capítulo é parte do conteúdo de meu e-book que será lançado em breve. Ao bebermos um vinho o percebemos primeiro na boca, depois na garganta e só depois no sistema olfativo interno. As papilas gustativas detectam apenas sabores básicos: doce, salgado, amargo, azedo e umami. Pesquisas modernas estão remapeando a língua mas por enquantoContinuar lendo “O SABOR DO VINHO APRENDENDO A DEGUSTAR”

Imersão de Conhecimentos: Tintos Luxuosos, Aveludados.

A Merlot amadurece mais cedo e pode ser colhida no início do verão, antes das chuvas. Chegou a vez dos Merlot e dos Zinfadel ( que é a Primitivo italiana das regiões de Púglia e Manduria) vinhos que quando jovens apresentam frutas, muitas frutas, vermelhas como groselha, amoras, etc., e quando maduros ganham aromas deContinuar lendo “Imersão de Conhecimentos: Tintos Luxuosos, Aveludados.”

Curso de vinhos para garçons e enófilos. 1ª parte: açúcares.

Este curso é um compilado de informações necessárias para o serviço do vinho para garçons, e servirá para enriquecer os conhecimentos de todos os enófilos com conhecimentos básicos e médios, elevando-os para o nível avançado. Bons estudos. Qualquer imprecisão pode ser anotada nos comentários ou em nossa paina no Facebook. Énólogo, sommelier, enófilo. O enólogoContinuar lendo “Curso de vinhos para garçons e enófilos. 1ª parte: açúcares.”

A história (atualizada) do vinho italiano

Esta é a primeira parte de várias postagens sobre a longa história do vinho italiano. A história é longa e rica, uma postagem seria cansativa e longa. Delicie-se. Recentes descobertas arqueológicas provaram que as primeiras videiras foram plantadas na Itália pelos etruscos no século VII a. C. (na França ocorreu dois séculos mais tarde, VIContinuar lendo “A história (atualizada) do vinho italiano”

Como brindar em vários idiomas.

Dizer Saúde é o brinde mais tradicional no mundo inteiro. Agora, você está preparado para brindar em Russo? Grego? Japonês? Aprenda aqui como se usa a expressão  “Saúde” em 15 diferentes países do planeta e saia fazendo mais amigos por aí. Em inglês Onde: Estados Unidos / Inglaterra Como se escreve: Cheers Como se pronuncia:Continuar lendo “Como brindar em vários idiomas.”

Vinhos RESERVADO agora são oficializados no Brasil.

Sempre que solicitado eu explico aos meus clientes as diferenças ENORMES entre um vinho reserva e um Reservado. Reserva significa qualidade, estágio em barricas, estrutura (teor alcoólico acima de 13,5%), já o Reservado é um vinho de qualidade inferior, elaborado com as piores uvas dos vinhedos e muitas das vezes com as piores uvas compradasContinuar lendo “Vinhos RESERVADO agora são oficializados no Brasil.”

Como harmonizar vinhos com queijos e comida de forma simples?

Um vinho pode harmonizar com vários pratos, então deixe de se preocupar com o número de e foque na qualidade dos rótulos, sairá mais barato e dará menos trabalho. O melhor vinho do mundo é aquele que você mais gosta, não o mais caro. Esses são os vinhos coringas que servem para a maioria dosContinuar lendo “Como harmonizar vinhos com queijos e comida de forma simples?”

Vini Bra Expo 2018 no Rio de Janeiro. Não perca.

Nos dias 4 e 5 de agosto ocorrerá no Rio de Janeiro (Città Office, Barra da Tijuca) mais uma edição da Vini Bra Expo que é “O Grande Festival do Vinho Brasileiro” , seguindo o padrão das feiras internacionais que são referência no setor. Vale a pena conferir! Estarei lá mais uma vez!!!!!! Site Oficial:Continuar lendo “Vini Bra Expo 2018 no Rio de Janeiro. Não perca.”

Os verdadeiros PRIMEIROS ESPUMANTES da França.

Você com certeza já ouviu falar de Champagne e de Dom Perrignon, mas será que já ouviu falar de Crémant e Blaquet de Limoux? Até os profissionais do ramo se confundem, então vamos entender de forma rápida e simples . Crémant: uvas tradicionais da Borgonha e da Champagne, sendo a chardonnay a predominante. Elaborado peloContinuar lendo “Os verdadeiros PRIMEIROS ESPUMANTES da França.”

Sujestão do sommelier: Moro

Montellori Moro Toscana 2013 NOTAS DE PROVA DE Montellori Moro Toscana 2013: – Visão: bastante intensa granada. – Olfato: aromas de cerejas pretas, baunilha e mel silvestre. – Paladar: um frescor agradável, taninos suave, uma textura ampla, persistente no final. DESIGNAÇÃO DE ORIGEM: Toscana. VINHEDO: Domaine Montellori UVAS: 75% Sangiovese, 15% Cabernet Sauvignon, 10% Merlot.Continuar lendo “Sujestão do sommelier: Moro”

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora